Bem-vindo ao nosso Blog

Esse espaço é seu e suas opiniões e comentários são essenciais para que possamos torná-lo o mais útil e agradável possível. Obrigado! <<<(((||)))>>> "Enfim, é disso de que trata o blog, de assuntos variados que traduzam com palavras simples e críticas esses caminhos e descaminhos que a humanidade percorre na estrada da vida, expressos através de um desejo profundo e intimamente meu: Quero ser mais humano: menos hipocrisia, menos espiritualidade alienante, menos moralidade vazia, muito mais HUMANO."

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

O Sexto Sentido

Leia, por favor, esta carta, entenda-me, peço, e ajude-me...
Estou só
A angústia preenche todo o meu ser
Sinto em meu corpo um pesar acentuando-me a fraqueza
O céu parece sombrio e triste
A brisa que passa parece levar consigo toda a minha esperança
Os dias passam como um pássaro errante que não se pode prever onde pousará
Todos parecem não me enxergar ou não perceber minha carência
Tenho medo
Ao lado de meu amigo Hoje fujo desesperado do maldoso Ontem
Este quer tirar-me o vigor fazendo-me temer sempre o fantasma Amanhã
Ouvi dizer que poderia ajudar-me, mas como se nunca o vi?
Espere! Nunca vi também Platão ou Sócrates (por Platão), Homero, Dante ou Kant, Michelangelo, Bach, Mozart e tantos outros, digo, os vejo sim
Vejo-os por suas obras magníficas
Da Vinci, Raphael, Van Gogh e outros artistas incríveis comparados a ti tornam-se apenas reprodutores das tuas obras
Sim eu te posso ver, mas nunca pude tocar-te ou sentir o teu toque
Talvez esteja enganado, ou melhor, estou, pois sou tocado pela brisa que mandas
Posso senti-la em todo o meu corpo
Posso sentir as águas marinhas ou fluviais envolverem-me ao mergulhá-las
Sim, sinto o teu toque, e agora acordo, abro os olhos
Posso também sentir os perfumes que criaste
Flores, relva, perfumes de todas as cores, uma natural aquarela aromática
Sinto o sabor das delícias mil criadas por ti para o nosso paladar
Posso ouvir os sons multiformes dessa vasta natureza
Águas, pássaros, animais diversos, uma orquestra sinfônica de uma harmonia inigualável
Isso poderia já ser tudo, mas dotaste-nos também de um sexto sentido
Com este posso ver-te melhor, ouvir o doce tom da tua voz, sentir o sabor de tua companhia
O cheiro suave da tua paz e o teu toque de amor
E mesmo quando me faltarem todos os sentidos, posso crer que estás ao meu lado
Posso conversar contigo, converso contigo
Agora não estou mais só
Sinto paz, alegria, tudo é belo
O céu abriu-se em esplendorosa e magnífica beleza
A brisa traz-me de volta a esperança
Meus dias despontam tal como a flecha disparada pelo arco em lugar certeiro
A força de nossa relação completa-me, ajuda-me
A viver bem com meu amigo Hoje sem fugir do maldoso Ontem e
Correndo ao encontro do “não mais fantasma” Amanhã com esperança e segurança
Obrigado, meu Deus Pai, Amigo presente que tantas vezes
Com o filho fazendo-se ausente
Continua pra sempre presente ao meu lado.

Nenhum comentário: